quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Como lidar com o dinheiro?



Hoje temos infinitas possibilidades... de trocar dinheiro no mercado negro até as modernas wire transfers.

Eu não sou adepto do Visa Travel Money (uma moda entre os viajantes, na minha opinião) em primeiro lugar porque o câmbio oferecido ao carregar o cartão é um verdadeiro ABUSO. Pronto, a razão é essa. A conversão regra geral é realmente MUITO ruim, ou seja: pior que a conversão cobrada pelas casas de câmbio mais caras, pior a taxa de conversão para transferir através da Western Union e pior que a taxa de conversão cobrada por cartões de crédito/débito.

Para que o Visa Travel Money é bom então? É bom para guardar dinheiro em moeda estrangeira quando o real está perdendo valor (o que ainda não ocorreu este ano, pelo contrário... o real valorizou 35% este ano) ou seja, quem carregou o Visa Travel Money em janeiro desse ano e vai viajar agora, além de ter perdido com as taxas de conversão péssimas, perdeu 35% do seu poder de compra atual!

Carregar dólares é uma opção um tanto inviável... esconder alguns em lugares estratégicos para emergencias é imprescindível (é incrível como 20 dolares podem fazer a diferença em várias situações). Mas é impossível carregar todo o dinheiro de uma viagem de volta ao mundo... até pq muitos países limitam, taxam ou impossibilitam a entrada de dólares!

O que eu costumava fazer? Sacava moeda local com um cartão de débito no máximo duas vezes por mês... é seguro, pois não é preciso andar com muito dinheiro por aí; não corre-se o risco de fazer câmbio no mercado negro e ser enganado; não perde-se o tempo procurando uma casa de câmbio e enfrentando filas em bancos etc... enfim, vejo o saque como uma das melhores possibilidades porque a taxa de conversão é razoável (muito parecida com a praticada pelas casas de câmbio) e a taxa por processo pode ser relativamente baixa, como 2 dólares e um percentual de 3% do valor do saque e IOF que é ínfima...

Usava o cartão de crédito apenas para compras maiores ou atividades como bungee jump na NZ, aquele vôo interno não incluído no ticket RTW, a passagem de Shinkansen do Japão etc.

Agora vale mesmo ter mais de um cartão de débito, para não estar enrascado se perder... tenha no mínimo dois, guardados em lugares diferentes, vale o mesmo para cartões de crédito (costumo dizer que hoje tudo q precisamos é de um cartão de crédito e passaporte, o resto pode ser "perdível").

3 comentários:

Pedro Ivan disse...

O câmbio para o Visa Travel Money varia de lugar para lugar. Aqui em Curitiba, eu compro VTM com um câmbio melhor do que papel moeda (até 2 centavos a menos)...

Anônimo disse...

Bem, minha experiencia com o VTM foi otima pela facilidade, mas cada vez que consulto o extrato, sinto que sou roubado pela VISA e pelo Banco Rendimento, uma conversão que a moeda local é sempre maior que o dolar carregado ...

Viagem Afora disse...

Mike, partiremos para nossa volta ao mundo no final de março, lemos seus posts no Mochileiros, e ficamos curiosos para entender por vc fala para levar um cartão de credito sem valida? Agradecemos se puder nos responder!! Nosso email viagemafora@hotmail.com
Abraços
Antonio & Ellen